Carta aberta de Ygor Requenha à Escola Santa Marcelina de Porto Velho

Ygor Requenha Romano, jovem cientista rondoniense, fundador do instituto MOCAM, dedicado a projetos de impacto social e pesquisa, escreveu uma Carta Aberta à Escola Santa Marcelina, de Porto Velho, da qual foi aluno. Aos 18 anos, Ygor criou uma máquina de tratamento de água que funciona com energia solar e não parou mais de “inventar”. Têm vários projetos e criações em andamento, dentre eles Ygor Requenha Romano desenvolveu um filtro de água que usa caroço de açaí que geralmente é descartado. O sucesso do jovem cientista o levou a receber em 2019, convite para representar o Brasil no Fórum de Jovens Cientistas do Encontro de Cúpula dos BRICS (grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Após alguns anos , Ygor Requenha fundou o Instituto Mocam (Movimento Científico da Amazônia), cujo objetivo é fomentar a pesquisa e a ciência junto à juventude amazônia. O MOCAM que tem sede em Porto Velho, está realizando a sua 1a Feira Científica. Para saber mais, acesso o site clicando AQUI .

Leia agora a Carta Aberta

Pode ser uma imagem de texto que diz "OCAM CIENTÍFICO aberta Nostalgia Ygor Requenha Romano Presidente Instituto MOCAM escola Santa Marcelina 364. Fui aluno 100% Hoje, Isso significa, no entanto, que todas referida visitar benção trabalho por joelhos Ana perspectiva: fazia napolcónicas que ensinavam para Viena. pela ciência. Digo que tenho pelas sobre muitas formas para minha Brasil, juntos, algumas vezes. Concorremos mais e80 paises. cada que trouxe prémio, preparado pelos naquela Estava nome minhas muitos exemplo todos várias guiado pelo cativante exemplo irmă Clarisse graças minha trabalho exemplar envergadura. força todas Marcelinos surgirão, Científica MOCAM geração bandeirantes utilizando: mudar impar, capaz desta, mas Ygor Requenha Romano"

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.