Coluna Zona Franca

Por Roberto Kuppê

 

Delegada bolsonarista

Ela é uma cidadã de bem. Cristã e pela família. Uma recatada moradora de um dos condomínios mais caros da Barra da Tijuca. Delegada de Polícia. Mas, porém, todavia, contudo, ligada às milícias do Rio,  contra quem deveria combater. Aliada de Ronne Lessa, réu confesso no caso Marielle. A dra. Adriana Belém foi delegada titular do Caso Marielle. Depois afastada. Foi candidata a vereadora pelo PSC, Partido Social Cristão e deve ter gritado “Fora, Dilma” até a garganta adoecer. Eis que a Polícia Federal encontra na casa de sua mansão suspensa da Barra da Tijuca, uma pequena fortuna, em torno de R$ 2 milhões de reais. Ela disse que era fruto de uma vida. Vida bandida. Quantas pessoas precisaram morrer, para ela amealhar essa quantia de dinheiro?

Quem é a delegada

A delegada licenciada entregou a titularidade da 16ª DP em janeiro de 2020, durante a operação Intocáveis II, do Ministério Público do Rio. Na ocasião, seu braço-direito Jorge Luiz Camillo e o inspetor Alex Fabiano Costa de Abreu foram presos por atuarem contra investigações que envolviam a milícia do Rio das Pedras e Muzema, também na Zona Oeste do Rio. A ligação do chefe de investigação da 16ª DP com o grupo paramilitar era tão grande que ele era conhecido como o “Amigo da 16” pelos criminosos. O policial foi flagrado em várias conversas com o PM reformado Ronnie Lessa. Também em 2020, Belém foi candidata a vereadora do município do Rio, pelo Partido Social Cristão (PSC). Ela recebeu mais de 3,5 mil votos, mas não se elegeu. A campanha da delegada contou com apoio de personalidades como os ex-jogadores de futebol, Adriano Imperador, Amoroso, Deco, Djalminha, Edmundo, além dos artistas David Brasil, Dudu Nobre, MC G15 e Xande de Pilares. Nas redes sociais, a delegada compartilhava fotos em festas, passeios de barco e em camarotes na Sapucaí. Em uma publicação desta segunda-feira (9), Belém aparece presenteando o filho com um carro de luxo blindado. “Para quem andava de bicicleta elétrica até ontem, estar de blindado agora (…) ‘Passa nada’. Agora dá licença que o pai ‘tá on'”, brinca o jovem no vídeo. “Agora não vou mais para a faculdade de bicicleta, estou habilitado. E tudo graças a uma pessoa: minha mamãe linda do meu coração”, comenta ele em outro vídeo.

Até que em fim….

Já é possível comprar sua mulher artificial pelo site de compras chinesa AliExpress. A mulher ou boneca sexual foi feita para satisfazer os desejos e instintos masculinos, segundo o diretor-presidente da AliExpress, Sr. Jack Ma-Zang. Ela é totalmente robotizada: ri, faz careta, tem gemidos e  a composição é em silicone mais semelhante possível a pele humana. É produzida em Hancheu, Zhejiang uma província localizada no nordeste chinês. Pode ser uma imagem de 1 pessoaA boneca ou mulher humanizada custa em torno de R$ 14.600 e o frete gira em torno de 2.500 a 3.500 reais para o Brasil, dependendo da região. Segundo o fabricante chinês a boneca consegue ser uma companhia agradável para os homens que estão em desilusão com as mulheres humanas (biológicas). Há as opções de loira, morena e ruiva. Todas elas vem acompanhada de acessórios sexuais e para o fetiche dos homens. Do Blog da Victória Bacon.

Só falou verdades

O cientista político João Paulo Saraiva Leão Viana, ao desembarcar dos Estados Unidos, disse que a extrema-direita da Amazônia não defende o meio ambiente. Doutor em Ciência Política, João Paulo afirmou que, na maioria dos estados da Amazônia, políticos de extrema-direita estão ligados ao agronegócio com total desapego às questões ambientais. Segundo JP, nenhum governo fez tão mal à Amazônia quanto a atual gestão federal. Ele é o autor da pesquisa “Da eleição de 2018 ao comando do governo: algumas considerações sobre a extrema direita na Amazônia Ocidental do Brasil”, focado principalmente em Rondônia, considerado por ele um grande centro do extremismo de direta na Amazônia.

Pinga fogo

Em entrevista concedida ao programa  “Pinga-Fogo” transmitido pela Rolim FM, o senador e pré-candidato ao governo Marcos Rogério(PL), desdenhou da conduta do prefeito Hildon Chaves (PSDB), que no sábado participou de solenidade com o governador Marcos Rocha (União Brasil), ocasião em que a capital recebeu aporte de recursos para obras de pavimentação. O vereador portovelhense Everaldo Fogaça (Republicanos) postou em suas redes sociais uma crítica ao senador pré-candidato, ironizando também a postura de Rogério, afirmando que se ele ficou revoltado porque a capital recebeu 100 milhões no sábado, então vai “enfartar” quando souber que, na verdade, o Estado repassou foi mais de 200 milhões para ser investido no bem-estar e melhoria de vida da população de Porto Velho.

Pinga fogo 2

Também no mesmo “Pinga Fogo”, Marcos Rogério declarou que Expedito Júnior (PSD), será o candidato ao Senado pelo grupo político dele. O fato de Marcos Rogério ser bolsonarista declarado e Expedito não, causou reboliço nas redes. Acontece que Expedito tem votos para se eleger senador e Marcos Rogério deve essa pra ele. Foi Expedito quem carregou o senador nas costas em 2018. Neste sábado, dia 14 de maio, Marcos  Rogério lançará oficialmente a candidatura dele ao governo. Com Expedito, para o Senado.

Celso Popó animado

Quem vai estar no dia 14 de maio, à partir das 10 horas, no Espaço Mediterrâneo, em Ji-Paraná, é o ex-deputado estadual Celso Popó, que assinou ficha no PL e será candidato a deputado federal, apoiando, claro, Marcos Rogério ao governo de Rondônia. Popó tem visitado o interior e está animado om a receptividade.

Na estrada

Esta foto fala tanto sobre uma dupla que deu certo nas rodovias de Rondônia. De um lado, o ex-diretor do DER-RO, Elias Rezende, pré-candidato à deputado federal pelo União Brasil. Do outro, o governador de Rondônia, Marcos Rocha (União Brasil). Ambos estão na estrada visitando amigos e correligionários. Num desses encontros, Elias Rezende postou essa foto com a seguinte mensagem: “Sou grato a Deus pelo privilégio de poder trabalhar com você no mesmo propósito. Essa semana enquanto estávamos cumprindo agenda de trabalho pelo interior, vi como você ama e se preocupa em fazer o melhor pelas pessoas. Tem minha admiração e sabe disso”.

Congresso Nacional

Quem vai ocupar a única cadeira de senador disponível? Quem comporá a Bancada Federal de Rondônia em Brasília? Das oito vagas de deputado federal, três estarão vagas com toda a certeza. Mariana Carvalho (PSDB), Jaqueline Cassol (PP) e Léo Moraes (Podemos) não concorrerão à reeleição. Mariana e Jaqueline vão dar voos mais altos. São pré-candidatas ao Senado Federal. Já, Léo Moraes, é pré-candidato ao governo de Rondônia. Dos cinco restantes, dois poderão retornar, Expedito Netto (PSD) e Mauro Nazif (PSB). Silvia Cristina (PL), Crisóstomo (União Brasil) e Mosquini (MDB) poderão amargar derrotas eleitorais em 2 de outubro.

Nomes a Federal

Alguns nomes a deputado federal já despontam nas pesquisas e consumo interno. Estão bem divulgados pela mídia os seguintes pré-candidatos: Fátima Cleide (PT), Jesualdo Pires (PSB), Elias Rezende (União Brasil), Thiago Flores (PSD), Maria Simões (PL), Celso Popó (PL), Luiz Cláudio (PL), Alessandra Lunas (PT), Samuel Costa (PCdoB) e Almir Suruí (PDT). 

Nomes para Estadual

Já para deputado estadual teremos: Estenio Junior (PSDB), Everaldo Fogaça (Republicanos), Hermínio Coelho (PT), Sid Orleans (PT), Vandeir Leite (PT), Bosco da Federal (PL), Fatinha (PT), Dra Taíssa (PSC), Zequinha Araújo (MDB), dentre outros.

Estênio informa

O pré-candidato a deputado estadual Estênio Júnior (PSDB), preocupado com a legislação eleitoral, fez um resumo do que pode e o que não pode um pré-candidato. Veja abaixo:

Pode ser uma imagem de 2 pessoas, pessoas em pé e texto

 

Email da coluna: rkuppe@gmail.com

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.