Lula mantém chances de vitória no primeiro turno na média das pesquisa, diz Vox Populi

Considerando apenas votos válidos, Lula subiu de 48% para 51% na média das pesquisas presenciais no último mês. Marcos Coimbra diz que sentimento de “resolver logo” da população antecipa eleição.

Compilação de pesquisas eleitorais feita por Marcos Coimbra, do Vox Populi, divulgada nesta sexta-feira (6) no Fórum Café revela que mesmo diante do crescimento de Jair Bolsonaro (PL), principalmente pela desistência de Sergio Moro (União), Lula (PT) mantém as chances de vitória no primeiro turno das eleições presidenciais.

Considerando apenas os votos válidos, na média das pesquisas presenciais em cenário estimulado – quando são mostrados os nomes dos candidatos -, Lula subiu de 48% para 51% entre março e abril.

Jair Bolsonaro vem numa crescente desde fevereiro, quando tinha 29%: foi a 31% em março e chega a 33% em abril. A soma dos demais candidatos caiu de 21% para 16% no último mês.

Segundo Coimbra, as pesquisas mostram que há a antecipação do segundo turno em razão do “sentimento de uma parte expressiva da sociedade brasileira de ‘resolver logo'”.

“A pessoas estão muito insatisfeitas com o país, a taxa de preocupação com a economia, a saúde, a vida nas grandes cidades. O nível de insatisfação é inédito desde quando temos pesquisas de opinião para comparar com outros períodos. Desde quando temos como medir a opinião pública, nunca tivemos um período tão ruim. E as pessoas estão querendo acabar com esse período ruim. E, francamente, é obvio que essa eleição é entre Lula e Bolsonaro. Então, pra quê ficar com conversa fiada. Isso é o que o eleitor está pensando”, diz Coimbra, lembrando que há mais de 80% de definição de votos tanto em Lula quanto em Bolsonaro.

Nas pesquisas por telefone, Lula mantém a liderança, subindo de 45% para 46%. Bolsonaro teve um boom com a saída de Moro, passando de 32% para 37%. A subida se deu quase na mesma proporção da queda de intenção de votos na terceira via, que foi de 23% para 17%.

Lula vence na aglutinação de pesquisas presenciais de segundo turno com 62% dos votos válidos, segundo o estudo do Vox Populi. Bolsonaro soma 38%. Nas pesquisas remotas, Lula tem 58% dos votos válidos contra 42% de Bolsonaro.

A rejeição ao governo Bolsonaro gira em torno de 50% tanto na média das pesquisas presenciais, quanto remotas. Nos estudos presenciais, 47% desaprovam Bolsonaro – 26% aprovam e a mesma proporção considera a gestão regular.

Na média remota, a rejeição vai a 51%, a aprovação a 30% e aqueles que classificam como regular são 17%.

Fonte: revista FORUM

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.