Indulto de Bolsonaro a Daniel Silveira é para que deputado “não abra o bico”, diz Rogério Correia

“O genocida sabe disto, apenas sinalizou ao deputado para que ele não abra o bico e denuncie envolvimento da familícia nos crimes que cometeram juntos”, diz Rogério Correia

Ivan Longo, Revista Fórum – À primeira vista, o indulto concedido por Jair Bolsonaro (PL) nesta quinta-feira (21) ao deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ) soa como uma tentativa do presidente de ajudar seu aliado político, que foi condenado a 8 anos e 9 meses de prisão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em razão dos ataques e ameaças feitas aos integrantes da Corte e ao sistema democrático.

Para o deputado federal Rogério Correia (PT-MG), no entanto, o real objetivo da canetada de Bolsonaro é livrar a si mesmo de eventuais acusações que possam ser feitas pelo parlamentar condenado. Segundo Correia, é certo que o decreto que instituiu o indulto será derrubado e que a medida foi uma tentativa de Bolsonaro de dar um “cala boca” em Silveira.

“O decreto de indulto ao bandido de estimação do presidente será anulado pelo próprio STF ou pelo Congresso. O genocida sabe disto, apenas sinalizou ao deputado para que ele não abra o bico e denuncie envolvimento da familícia nos crimes que cometeram juntos”, sugere o petista.

Brasil 247

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.