O Bolsonarismo está vivendo a fase da “negação do erro”

 

A psicologia explica a “negação” e nos faz entender o porquê algumas pessoas ainda defendem o indefensável bolsonarismo.

Quando passar essa fase sombria da política no Brasil, muitas pessoas sentirão vergonha de ter defendido esse governo.

O bolsonarismo vai para o lixo da história é será motivo de vergonha. Isso aconteceu na Alemanha, com o nazismo.

A negação é um mecanismo de defesa da mente humana para afastar assuntos muito complicados ou esconder verdades chocantes.

É uma maneira de protegermos o nosso estado emocional para que emoções muito negativas não nos consumam. Essa decisão é quase sempre tomada inconscientemente.

Entretanto, negar a realidade, acontecimentos, comportamentos ou sentimentos não ajuda, de fato, a manter a saúde da nossa mente.

A negação cria uma fachada de ilusões confortáveis que nos afasta da verdade. À medida em que a alimentamos, ela se fortalece e se consolida em nossas mentes.

Dessa forma, vivemos acreditando em uma mentira muito bem fabricada, deixando de ouvir conselhos sábios e interpretar eventos reais da forma como realmente são. Retomar o contato com a realidade no futuro pode causar ainda mais problemas emocionais”

Eleger Bolsonaro para se livrar do “fantasma do comunismo” foi um erro que muitos brasileiros não querem admitir para proteger as emoções.

Dejanir Haverroth

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.