Após negar vacinas para crianças, Bolsonaro ainda queria estar bem nas pesquisas

De férias no Guarujá (SP), Bolsonaro voltou a duvidar da credibilidade das pesquisas

Jair Bolsonaro voltou a duvidar da credibilidade das pesquisas de intenção de voto. Todas elas mostram o ex-presidente Lula liderando com folga, enquanto o atual chefe de governo não consegue sair da faixa de 20%. “Você ainda acredita em pesquisa? Pelo amor de Deus”, disse Bolsonaro na noite desta quarta-feira (22), no Guarujá (SP), onde passa suas férias.

Depois de investir pesado nos ataques contra o sistema eletrônico de voto utilizado no Brasil, Bolsonaro agora diz que as pesquisas também são manipuladas. Perguntando se as pesquisas estão erradas, ele respondeu: “Erradas não, estão compradas”.

Pesquisa Ipesp divulgada no dia 20 de dezembro apontou que Lula lidera a corrida eleitoral com 44% das intenções de votos, enquanto Bolsonaro (PL) possui 24%. No levantamento, o governo registrou ainda seu pior índice de rejeição — 65%.

O Datafolha, em levantamento divulgado no dia 16 deste mês, registrou que Lula tem 48% das intenções de voto. Bolsonaro aparece com 22%.

Já o Ipec, em pesquisa divulgada em 14 de dezembro, apontou que Lula aparece com 48% das intenções de voto, 27 pontos porcentuais à frente de Bolsonaro, que tem 21%. (Com informações do Estadão).

Após tantas barbaridades, negacionismo, suspeitas de propinas, CPI da Covid, 620 mil mortes por Covid, Centrão, e agora, negando vacinas para crianças, Bolsonaro queria estar em primeiro nas pesquisas. É um cara de pau mesmo.

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.