Casa onde Moro viveu nos EUA, tem aluguel de R$ 50 mil por mês (vídeo)

“Sergio Moro e Deltan Dallagnol enriqueceram enquanto o Brasil empobreceu”, afirmou o jornalista Joaquim de Carvalho, que, na TV 247, realiza documentário sobre o assunto

No site da corretora norte-americana Zillow, a casa é indicada com valor de aluguel de US$ 8 mil — quase R$50 mil por mês no câmbio oficial; enquanto o valor da casa é estimado em mais de R$ 15 milhões.

Na TV 247, Joaquim de Carvalho denuncia que Moro, após o julgamento político farsesco contra o ex-presidente Lula (PT) e outras ilegalidades da Lava Jato, “deixou a magistratura vivendo muito melhor do que ele vivia antes”.

“Moro exibe sinais de enriquecimento, de um padrão de vida superior aos seus vencimentos”, destacou o jornalista.

Joaquim também lembrou que Moro recebia da Alvarez & Marsal, uma consultoria norte-americana que administra judicialmente a Odebrecht, que entrou em recuperação judicial depois que foi investigada pela Operação Lava Jato. Isto é, uma empresa que lucra com a falência da empresa brasileira que Moro ajudou a quebrar quando era juiz federal.

“É um caso flagrante de conflito de interesses”, diz Joaquim. “Moro enriqueceu enquanto o Brasil empobreceu”, afirmou.

A TV 247, através do financiamento coletivo na plataforma Catarse, está captando recursos para produzir um documentário sobre o patrimônio das duas principais personalidades da Lava Jato, Moro e o ex-procurador Deltan Dallagnol – que comprou dois apartamentos numa área nobre de Curitiba (PR), que são avaliados, cada um, em cerca de R$ 3 milhões.

“Dallagnol também demonstra que enriqueceu com a Lava Jato”, lembra Joaquim.

Brasil 247

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.