Lula em perigo, vai precisar ficar exilado por uns meses até às eleições de 2022

BRASÍLIA-Pode parecer exagero, paranoia ou excesso de zelo, mas o ex-presidente Lula (PT) vai precisar dar um tempo maior no exterior, se possível, em LINS, lugar incerto e não sabido. Precaução e caldo de galinha não fazem mal a ninguém. Várias postagens, após a operação da PF nos endereços de Cid e Ciro Gomes na última quarta-feira indicam que o modus operandis de ditadores políticos vai estar presente nas eleições de 2022. Lula não precisa fazer nada para se eleger presidente. Poderá ficar a campanha toda fora do País e até votar num consulado. Para manterem-se no poder, eles farão de tudo para inviabilizar Lula.

Exemplo disso, o jornalista Marco Antônio Villa disse ontem no seu canal no YouTube que Bolsonaro pretende usar o GSI, a ABIN e a PF como policiais a serviço da sua reeleição.

Esta Live e toda a programação você assiste no Canal YouTube Marco Antonio Villa (veja abaixo)

“Bolsonaro já está usando o aparelho repressivo de Estado para ameaçar adversários políticos.

General Heleno deverá coordenar os ataques às instituições e aos partidos políticos nas eleições de 2022.

Bolsonaro é o candidato da extrema-direita mundial (antissemita, racista e homofóbica). Vai receber apoio financeiro milionário para organizar ataques cibernéticos, espalhar fake news e as fake pesquisas eleitorais.

#MarcoAntonioVilla #Bolsonaro #eleicoes2022 #GeneralHeleno #politica #Brasil”.

FONTE: POLÍTICA FEDERAL

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.